Notícia

há 5 dias Em cone ou em copo, todos os gelados que aqui se servem vêm dos Açores

É provável que conheça as queijadas da Graciosa, de Vila Franca, ou as D. Amélia, tudo doces típicos dos Açores. Desde o início de março que pode experimentá-los em forma de gelado. A nova gelataria de Lisboa fica no Cais do Sodré, mesmo junto à subida para o elevador da Bica. Ali encontra alguns sabores do arquipélago, todos preparados com leite da Ilha Terceira.

A Loja do Gelado abriu a 1 de março e pertence à Quinta dos Açores. A empresa começou em 1977 com Francisco Barcelos, na altura com 21 anos, apenas com a produção de leite. Atualmente também exporta carnes, tem restaurantes, produtos lácteos e gelatarias. É um grupo familiar onde Francisco, a mulher e as três filhas são os responsáveis.

Este é o primeiro espaço do género que a marca açoriana abre em Portugal Continental — já tem outros em São Miguel e ainda na Ilha Terceira.

Fora dos Açores, o gelado já podia ser encontrado em algumas lojas mas apenas no formato de caixas com 150 ml. Agora, em Lisboa, estão disponíveis em bolas, servidas em cone e copo —custam desde 2,60€. Na vitrine estão disponíveis 24 sabores todos os dias.

Claro que não podia faltar também a variedade com queijo da Ilha de São Jorge e sabores mais tradicionais como morango, doce de leite, avelã, stracciatella, menta, baunilha, maracujá, coco, doce de figo, pistácio, chocolate ou nata.

Com os gelados fazem-se ainda batidos (3,90€), crepes e waffles (desde 4,50€). O espaço é todo em tons de branco e tem capacidade para 30 pessoas. Ali prepararam-se petits gateaux caseiros, brownies, cafés e vendem-se também as tradicionais queijadas D. Amélia, com sabor a canela e a mel.

A gelataria está aberta todos os dias entre as 11 e as 20 horas.

 

Fonte: NiT, por Adriano Guerreiro (Texto) e Inês Monteiro (fotografia)