Dicas para um Natal mais saudável

É Natal e todos sabemos que isso é também sinónimo de exceções e excessos na nossa rotina alimentar, que se podem prolongar por todo o mês de Dezembro e terminar no dia de Reis.

Como podemos entrar no espírito de natal e não sentir que estamos a ser privados de comer o que desejamos ou de participar nos muitos convívios destas festas?

Muitas vezes é difícil, mas há pequenos ajustes que podem ser realizados, permitindo juntar saúde com prazer à mesa.

 

Se vai cozinhar, que opções mais saudáveis pode tomar?

  • Faça a lista dos pratos que pretende confecionar e respetivos ingredientes, garantindo assim que apenas tem em casa aquilo que precisa e não é diariamente tentado por outros ingredientes que poderia dispensar.
  • Nas receitas com leite e/ ou natas, opte pelas opções magras sem prejuízo de prejudicar o sabor das suas receitas;
  • Reduza a quantidade de açúcar da receita original. Por vezes, a redução do valor de açúcar da receita para metade não influencia em nada o sabor final, experimente!
  • Opte por métodos de confecção simples (cozidos, estufados) e aproveite as propriedades intrínsecas a cada alimento, sem lhe adicionar muita gordura;
  • Nas receitas com manteiga, opte por versões “magra”, “ligeira” ou “light por possuírem teores de gordura mais baixos. Na confecção, prefira o azeite;
  • Nas receitas com muitas gemas, opte por substituir algumas delas por claras;
  • Evite ir às compras quando estiver com fome. A probabilidade de comprar o que não precisa é muito maior;
  • Faça sopas ricas em hortofrutícolas e sirva-as nas suas refeições, pois auxiliam a promover saciedade por mais tempo.
  • Evite beliscar enquanto está a preparar as refeições porque, tendencialmente, perde-se a noção das porções ingeridas;

 

Não é de cozinhar, mas não se faz de rogado na hora de comer, então:

  • Procure compensar os excessos de uma refeição através das restantes, de modo a não ultrapassar as suas necessidades energéticas diárias. Por exemplo, se tem um almoço de festa e sabe que, inevitavelmente irão existir excessos, opte por fazer um jantar mais leve, como por exemplo, uma sopa.
  • Não se esqueça que o Natal e passagem de ano não têm que ser sinónimo de excessos desde o dia 24 de Dezembro até ao dia 1 de Janeiro. Se já sabe que vai abusar nos dias de festa (Natal e Passagem de Ano), controle os restantes;
  • Faça as suas refeições intermédias inclusive nos dias de festa;
  • Não tenha pressa, coma devagar. Comer devagar e mastigar bem os alimentos, vai ajudá-lo a perceber quando se encontra satisfeito;
  • Se não for água, opte por um copo de vinho tinto por exemplo. Evite bebidas com muito açúcar e gás;
  • Controle o excesso. Mais do que evitar experimentar um pouco de tudo, evite aquela sensação de indisposição por ter comido demasiado;
  • Aumente o seu nível de actividade física, comparativamente ao habitual, uma vez que nesta época necessitará de um gasto energético acrescido.

 

Feliz Natal!

 

Comments are closed.